teste
teste
teste

22/08/2018 - Fonte: G1 - Globo | Rio de Janeiro | BR

Bunker Festival reúne mais de 30 shows em 14 horas de evento no Riocentro

Entre atrações estão Infected Mushroom, Paranormal Attack, D-Nox, Querox, Kolombo, Gabriel Boni e Sharon O'Love. Festa é organizada por produtoras de 6 eventos badalados da noite carioca. A Bunker começou no final dos anos 90, como boate underground em Copacabana. Pioneira da música eletrônica, atacou ainda como festa rave em um sítio no meio do mato, bem antes dos grandes eventos do gênero. No sábado (25), o nome ressurge batizando um festival que reúne no Riocentro seis produtoras badalados da noite do Rio, em um misto de nostalgia com novidade e diversidade. Os números do Bunker Festival são dignos da força de festas como Euphoria, Fosfobox, Privilège, Rap Soul, Rio Me e Revolution Party. Todas dividirão espaço no centro de convenções localizado na Barra de Tijuca, Zona Oeste do Rio. Serão cinco palcos, 34 apresentações, 60 artistas, 14 horas de festa e expectativa de quase 10 mil pessoas. O repertório é bem mais variado que as raves do início dos anos 2000: black, rap, pop, rock e funk terão vez. Entre as atrações, no entanto, destacam-se grandes nomes da música eletrônica atual e da antiga, como os israelenses do Infected Mushroom, ícones do trance e do hit "I wish" ("I'm playing the game...); a live band portuguesa Paranormal Attack; os alemães D-Nox, de tech-house; Querox, do progressive trance; e o DJ holandês Kolombo. A mistura de ritmos, gerações e tribos é uma aposta dos organizadores, que propõem o tema "Somos todos iguais". Nome de peso na cena eletrônica LGBT, a inglesa Sharon O'Love se apresentar pela 1ª vez no Brasil. A atriz, cantora, compositora e ativista transexual brasileira Linn da Quebrada ataca com som de pop e funk carioca.

TRACE SUA ROTA

COMO CHEGAR

Avenida Salvador Allende, 6555
Barra da Tijuca, RIo de Janeiro, RJ
Cep: 22783-127

Tel.: +55 (21) 2441-9100
Fax.: +55 (21) 2441-9398

teste
teste
teste