teste
teste
teste

04/10/2018 - Fonte: Segs - Portal Nacional dos Corretores de Seguros | BR

Uso de ondas de choque para eliminar dor crônica serão tema de Congresso de Ortopedia

O evento será realizado em novembro no Rio de Janeiro/RJ Aquela dor que fica incomodando durante meses no calcanhar ou que afeta o ombro ou cotovelo do tenista, pode ser eliminada com ondas de choque ministradas por um equipamento que lembra o aparelho usado para desafazer as pedras do rim. Esse é um dos temas que serão debatidos durante o 50º Congresso Brasileiro de Ortopedia e Traumatologia, marcado para novembro no Riocentro e para o qual virão ao Brasil alguns dos maiores nomes da Ortopedia do mundo. O presidente do Congresso, João Matheus Guimarães, explica que o uso das ondas de choque para combater a dor decorrente de patologias crônicas e da degeneração dos tendões já vinha sendo empregado por alguns ortopedistas. "A novidade que será apresentada no Congresso é a comprovação científica de que o tratamento funciona e o porquê", as pesquisas que mostraram como essas ondas, que o paciente não sente como um choque, mas como um leve tremor no ombro, por exemplo, fazem com que a área tratada seja revascularizada. As ondas fazem com que novos vasos sanguíneos de finíssimo calibre se criem pela região afetada, o que acaba reduzindo drasticamente ou eliminando a dor. O especialista conta que a importância do Congresso é que mais de 5.000 ortopedistas brasileiros e também dos países vizinhos, que acompanharão o evento, terão a oportunidade de ouvir conferências sobre o assunto e muitos outros temas e o resultado é que dezenas de milhares de pacientes serão beneficiados. O maior da América Latina O Congresso, que este ano se realiza pela quinquagésima vez, é o maior evento da Ortopedia da América Latina e vai abranger as 12 subespecialidades que se separaram à medida que a massa de conhecimento sobre cada área foi crescendo. Assim, hoje há especialistas em mão, outros que se dedicam apenas ao joelho ou quadril, às patologias da coluna e dos tumores ósseos, a Oncologia Ortopédica, para citar apenas alguns. A presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia - SBOT, Patrícia de Moraes Barros Fucs, conta que a evolução da Ortopedia é tão importante e também tão rápida, que foram convidadas e já aceitaram oito dos maiores expoentes mundiais em várias subespecialidade. "Estarão no Brasil especialistas em Ortopedia Infantil, pesquisadores que desenvolveram técnicas pouco invasivas para substituição total do joelho ou que passaram a usar a energia térmica na artroscopia do punho, especialistas em neuro-ortopedia e também no tratamento e reabilitação dos politraumatizados". Esse tipo de traumatismo se torna mais frequente no Brasil, à medida que aumenta o número de acidentes com motociclistas. Patrícia Fucs explica que como os materiais cirúrgicos, as próteses, os equipamentos para diagnóstico por imagem e todos os recursos da Medicina estão melhorando constantemente, um pavilhão inteiro do Riocentro vai abrigar uma completa exposição na qual a indústria apresentará seus mais novos produtos para a Ortopedia. "Para os milhares de especialistas que vão se reunir no Congresso", diz ela, "ele vai proporcionar uma atualização do mais moderno conhecimento em Ortopedia" e o beneficiado, em última instância, será o paciente brasileiro que vai ter a certeza de que sua patologia ortopédica recebe no País um tratamento que nada fica a dever ao oferecido pelos melhores centros ortopédicos do exterior.

TRACE SUA ROTA

COMO CHEGAR

Avenida Salvador Allende, 6555
Barra da Tijuca, RIo de Janeiro, RJ
Cep: 22783-127

Tel.: +55 (21) 2441-9100
Fax.: +55 (21) 2441-9398

teste
teste
teste